sexta-feira, 7 de agosto de 2009

AMOR NÃO CORRESPONDIDO ("O CARA" OU "AS CALÇADAS")

Aí o cara vai lá...
e ela diz não.

O cara insiste.
e ela diz não.

O cara faz poemas, um bolo de chocolate, planta flores...
e ela diz não.

Aí o cara compra palacetes, montanhas, países, a Lua...
e ela diz não.

Num último argumento, o cara diz que a ama.
E ela fecha os olhos, respira, sufoca, e diz não.

O cara anda pelas calçadas, desolado
e vê seu grande amor de mãos dadas
com um outro,
sem nome, sem poemas, sem palavras de amor

Não correspondido, o cara procura uma ponte...

Jogando umas pedrinhas,
Observa um novo alguém que também joga pedrinhas na água.

Aí o cara vai lá...

(2005)

Um comentário:

Nando disse...

Ao som de sutilmente..comento esse poema...rsrsr...Muito Bonito poema cara..Diz a real no final...o cara vai lá.... e bola pra frente!!!